Heitor Férrer quer que Camilo decrete estado de emergência na saúde pública do Estado

O deputado Heitor Férrer (PSB) solicitou, nesta quarta-feira (25), ao governador Camilo Santana (PT) que decrete estado de emergência na saúde pública do Ceará. O parlamentar apontou matérias de jornais e relatos de médicos em redes sociais e avaliou a crise do setor como resultado dos gastos feito pela gestão Cid Gomes com supérfluos, enquanto faltam recursos para manter os hospitais.
O deputado citou ainda que 12.943 pessoas aguardam por cirurgia somente no Hospital Geral de Fortaleza e lembrou que as pessoas estão morrendo por falta de material. “O profissional médico está tendo que escolher entre salvar um e deixar tantos outros morrerem. Falta antibiótico para infecção, falta cateter para hemodiálise, faltam funcionários por falta de pagamento. De que adianta o Ceará superar o PIB do Brasil se nosso povo sofre tanto? Governador, decrete esse estado de emergência na saúde”, sugeriu.
R$ 600 milhões em supérfluos
Segundo Heitor Férrer, juntando os R$ 15 milhões usados para comprar os restos da Usina de Barbalha; os R$ 180 milhões na aquisição de Hillux para o Ronda do Quarteirão, mais R$ 65 milhões para a manutenção dos carros; os R$ 140 milhões do Acquario Ceará; a manutenção da Casa de Brasília, por R$ 65 mil mensais, e a passarela alugada em frente ao Centro de Eventos, por mais R$ 65 mil, são quase R$ 600 milhões.
Fonte:Ceará News 7
share

0 comentários

Comente Agora

Varjota em Rede - 2013