Caso de agente de saúde sobralense brutalmente assassinada, em Groaíras, é elucidado pela Polícia Civil

teresacristinamarcielHá cerca de um ano, mais precisamente no dia 04 de novembro de 2014, policiais civis da Delegacia Regional de Polícia Civil de Sobral foram acionados acerca de uma ocorrência relativa a um achado de cadáver na localidade de Flamengo, município de Groaíras/CE.
Em meio ao relento, mais precisamente numa parede de açude, havia um corpo em avançado estado de destruição, tendo sinais visíveis da ação de substância inflamável. Toda a região do abdômen, pelve e membros inferiores havia sido destruída pela ação do fogo, restando apenas um pedaço da perna esquerda da vítima.
A região do tórax e cabeça estavam bastante danificados pela ação do fogo, tendo parte dos membros superiores se destacado do restante do corpo em razão da forte temperatura de combustão.
Parte do rosto, mais precisamente a face esquerda, permaneceu preservada, tendo as chamas destruído integralmente a outra face. De início, constatou-se se tratar de uma pessoa do sexo feminino, morena,cabelo na altura dos ombros. A idade, inicialmente, não foi possível identificar.
A perícia forense conseguiu colher ainda no local de crime um projétil deflagrado, possivelmente de calibre .38, o qual estava no chão, próximo à cabeça da vítima. Fragmentos de uma Carteira de Trabalho também foram encontrados, tendo, na ocasião, sido possível identificar apenas a inicial do nome como sendo “Teresa”.
A partir daí foram iniciadas as investigações, com o objetivo de identificar, de início, a identidade da vítima, para a partir daí passar à fase de colheita de dados acerca da autoria do fato.
Ainda no dia 04 de novembro de 2014 chegou ao conhecimento da polícia civil de que o corpo encontrado na localidade de Flamengo, município de Groaíras, tratava-se, na realidade, da senhora Teresa Cristina da Silva Maciel, agente de saúde da unidade mista de saúde do Bairro Cohab II, na cidade de Sobral. De imediato, o policiamento civil se deslocou até o Instituto Médico Legal de Sobral, momento em que foi possível a confirmação junto a familiares que o corpo encontrado na localidade de Flamengo, município de Groaíras, seria, de fato, da pessoa de Teresa Cristina da Silva Maciel.
As investigações passaram a ser centradas, de início, no sentido de identificar os vínculos pessoais da vítima, assim como o seu estilo de vida.
Pelas características do crime uma das vertentes seguidas na investigação é de que se tratava de um possível crime passional. Com essas informações algumas pessoas passaram a figurar na lista de suspeitos.
Várias pessoas foram ouvidas durante toda a investigação. Provas técnicas foram juntadas ao inquérito policial, tendo ao final das investigações a polícia conseguido apontar a pessoa de Almir Aquino Rodrigues, de alcunha “Vivi Metralha”, como sendo o mandante do crime.
Tudo partiu do interior da Penitenciária Industrial Regional de Sobral-PIRS, inclusive com detalhes de como deveria acontecer a execução da vítima, sendo a mesma levada para o “cheiro do queijo”.
A motivação do crime, segundo a polícia, se deu em razão da pessoa de Almir Aquino Rodrigues, de alcunha “Vivi Metralha”, ter se sentido traído pela vítima, pessoa esta com quem o mesmo manteve relação afetiva e de negócios relativos à comercialização de drogas.
Além do mandante, a Polícia Civil de Sobral conseguiu identificar o principal executar, estando o seu nome ainda em sigilo, uma vez que algumas diligências finais sobre o caso ainda estão em andamento.
Via Sobral 24 horas
share

0 comentários

Comente Agora

Varjota em Rede - 2013