Bispo do Crato leva religiosos à delegacia e causa revolta entre católicos

O mais recente capítulo da crise na Diocese do Crato, que se arrasta por anos, levou os monsenhores João Bosco e José Honor, e mais três pessoas ligadas a movimentos católicos, à Delegacia de Polícia Civil do Crato. Os depoentes respondem a uma queixa-crime movida pelo bispo diocesano do Crato, dom Fernando Panico, que os acusa de tramarem contra o seu bispado.
A atitude do bispo, em denunciar os religiosos, motivou revolta e críticas por parte da sociedade. Grupos católicos já organizam manifestação e abaixo-assinado contra dom Fernando, por perseguição aos religiosos.
share

0 comentários

Comente Agora

Varjota em Rede - 2013