98 mil meninas do Ceará não tomaram a primeira dose da HPV

alt
Há seis meses as meninas de 9 a 11 anos tomaram a primeira dose da vacina contra o Papiloma Vírus Humano (HPV) e neste mês chegou a hora da segunda dose. No Ceará, 59% do público-alvo, formado por 238,8 mil meninas nessa faixa-etária, foram imunizadas pela primeira vez, de acordo com o Ministério da Saúde. Portanto, 98 mil garotas ainda não foram vacinadas.
No ano passado, quando a vacina foi disponibilizada no SUS, 110,1% do público estimado foi vacinado com a primeira dose, alcançando 267,4 mil meninas de 11 a 13 anos, no Ceará. Entretanto, só 168,8 mil destas meninas procuraram uma unidade de saúde para tomar a segunda dose, o que representa 69% do público.
A vacina contra HPV está disponível nas 36 mil salas de vacinação espalhadas pelo país. O Ministério da Saúde recomenda aos estados e municípios que façam parcerias com as escolas públicas e privadas para realizar a vacinação no ambiente escolar.
Essa imunização é indicada para adolescentes de 9 a 13 anos com três doses. Após a primeira dose, a menina deve receber a segunda seis meses depois, e a terceira, de reforço, cinco anos após a primeira dose. Além do documento de identificação, o Ministério da Saúde recomenda que seja apresentado o cartão de vacinação.
Todas as meninas de 11 a 13 anos que só tomaram a primeira dose no ano passado também devem procurar um posto de saúde para tomar a segunda. Isso também vale para as meninas que tomaram a primeira dose aos 13 anos e já completaram 14 e para aquelas que já tenham passado de um ano da primeira dose. Afinal, a proteção só é garantida com a aplicação das duas doses.
Fonte: Diário do Nordeste via SPN
share

0 comentários

Comente Agora

Varjota em Rede - 2013