Médico é censurado após denunciar não funcionamento de Hospital Regional


Então governador Cid Gomes garantiu pleno funcionamento até final do 1º semestre de 2015.

O médico Walmir Pontes, que teve o título de cidadão de Quixeramobim revogado pela Câmara Municipal, denunciou nos últimos dias a precariedade na saúde do município e o não funcionamento do Hospital Regional Padre José Van Esch, entregue em dezembro de 2014 pelo então governador Cid Gomes.

Em uma das postagens, o profissional pede a união de entidades de classe, autoridades políticas, lideranças religiosas para que a unidade hospitalar comece a funcionar.

"Quando transferimos um paciente para Fortaleza é um martírio, sofrimento que não pode ser imaginado. Os hospitais de urgência IJF e Hospital Geral, lotados, atendimentos até no chão como a imprensa mostra. Se lideranças de todos os municípios, de forma coordenada, exigirem das autoridades, será mais produtivo", ressalta.

"O hospital fechado esta estragando, materiais sem uso, enquanto irmãos sofrem agruras nos hospitais de referencia e, aqui pertinho, um equipamento novo aguarda decisão política para funcionar. Se todos trabalharem mostrando a nossa força, o funcionamento será a solução para a saúde do Sertão central. Quem se habilita? Estamos calados assistindo a depreciação de tão importante investimento dos nossos impostos", declara o profissional.

A OBRA

O Hospital Regional do Sertão Central Padre José Van Esch, foi um dos últimos atos do governador Cid Gomes, e foi construido às margens da CE-060, na Rodovia do Algodão. Ao lado do irmão, secretário de Saúde Ciro Gomes, Cid entregou a obra no dia 28 de dezembro de 2014.

“Estamos procurando levar para o interior equipamentos de melhor porte, de melhor qualificação, para que a população possa ter um atendimento mais próximo de onde mora”, disse Cid Gomes, que garantiu pleno funcionamento da unidade hospitalar até o final do primeiro semestre de 2015.

A assessoria de imprensa da Secretaria de Saúde do Estado do Ceará ainda não se pronunciou sobre o não funcionamento do Hospital Regional de Quixeramobim.

Fonte: Ceará News
share

0 comentários

Comente Agora

Varjota em Rede - 2013