Adversário direto do Ceará na briga do acesso, Boa Esporte pode ser punido e perder até 39 pontos

Comandado pelo técnico Nedo Xavier, Boa Esporte pode ver o sonho do acesso cair nos tribunais
A disputa pela última vaga na Série Bestá cada vez mais acirrada. Tanto dentro como fora de campo. Nesta quarta-feira (20), o Ceará, juntamente com América/MG e Avaí, informaram que nesta sexta-feira (21) protocolarão denúncia no STJD contra o Boa Esporte, alegando que o clube mineiro, que ocupa a quarta colocação infringiu o regulamento da Série B.

De acordo com os clubes, o Boa Esporte teria contratado seis jogadores vindos de outros times da Série B, sendo que o limite seria de, no máximo, cinco atletas. Dessa maneira, o time mineiro teria desrespeitado o parágrafo único do artigo 7 do regulamento específico da Série B.

Na lista elaborada pelo departamento jurídico do América/MG, o lateral-direito Eric (ex-Oeste), os zagueiros Lula (ex-América) e Denner (ex-Bragantino), o volante William Magrão (ex-Portuguesa) e os atacantes Francis (ex-Joinville) e Romão (ex-Portuguesa) seriam os atletas.

Caso seja confirmada a infração, o Boa Esporte poderá ser punido com a perda de 27 a 39 pontos, caindo da quarta colocação para a zona de rebaixamento.
"NÓS ESTAMOS TRANQUILOS"
Em entrevista ao programa Trem Bala, daRádio O POVO/CBN, o treinador do Boa Esporte, Nedo Xavier, garantiu que isso não passa de especulação para atrapalhar o clube na reta final da Série B.
"Foram boatos criados por alguns incompetentes. São mentiras, boatos para tentar desestabilizar o Boa Esporte. Nós estamos tranquilos. Vamos continuar nosso trabalho, com os pés no chão. Só estamos pensando no jogo de sábado, contra o Oeste".
Confira o que diz o regulamento da competição:

Artigo 7 do Regulamento Geral da Competição:

Art. 7 - Um atleta poderá ser transferido de um clube para outro durante o Campeonato Brasileiro da Série B, desde que tenha atuado em um número máximo de seis partidas pelo clube de origem, sendo permitido que cada atleta mude de clube apenas uma vez.

Parágrafo único - Cada clube poderá receber até cinco atletas transferidos de outros clubes do Campeonato da Série B; de um mesmo clube da série B somente poderá receber até três atletas.

Artigo 214 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva:
"Art. 214. Incluir na equipe ou fazer constar da súmula ou documento equivalente, atleta em situação irregular para participar de partida, prova ou equivalente.

Pena: perda do número máximo de pontos atribuídos a uma vitória no regulamento da competição, independentemente do resultado da partida, prova ou equivalente, e multa de R$ 100 a R$ 100.000.

§ 1º Para os fins deste artigo, não serão computados os pontos eventualmente obtidos pelo infrator.

§ 2º O resultado da partida, prova ou equivalente será mantido, mas à entidade infratora não serão computados eventuais critérios de desempate que lhe beneficiem, constantes do regulamento da competição, como, entre outros, o registro da vitória ou de pontos marcados.

§ 3º A entidade de prática desportiva que ainda não tiver obtido pontos suficientes ficará com pontos negativos. 

§ 4º Não sendo possível aplicar-se a regra prevista neste artigo em face da forma de disputa da competição, o infrator será excluído da competição.
share

0 comentários

Comente Agora

Varjota em Rede - 2013