MP Eleitoral questiona eleições em Fortaleza e pede cassação de Roberto Cláudio

A disputa pela Prefeitura de Fortaleza não encerrou com o resultado das eleições de 2012 e ganhou mais um capítulo com a decisão do Ministério Público Eleitoral do Ceará, que aceitou representação feita pelo candidato derrotado Elmano de Freitas, do PT, em dezembro daquele ano, contra o governador Cid Gomes e o prefeito eleito Roberto Cláudio, ambos do PSB, acusados de abuso de poder político e financeiro durante a campanha eleitoral.
A decisão foi oficializada na última segunda-feira e divulgada pela ex-prefeita Luizianne Lins na noite de sexta-feira (20), durante encontro com candidatos à presidência do PT.
O promotor Sávio Amorim deu parecer favorável à acusação por entender que existem indícios de irregularidades para sustentar a ação. Na representação de Elmano, foram anexadas fotos e filmagens de supostos cabos eleitorais que teriam sido deslocados do interior para a capital a mando do governador para fazer boca de urna no dia da eleição.

Ainda de acordo com a acusação, Cid Gomes, que também é presidente estadual do PSB, teria cometido abuso de poder político ao tentar influenciar o eleitor associando anúncios publicitários de ações do governo em Fortaleza com a propaganda do candidato Roberto Cláudio.
Cassação
No processo, que segue agora para o Tribunal Regional Eleitoral, o Ministério Público recomenda a cassação de Cid Gomes e do prefeito Roberto Cláudio, além do vice, Gaudêncio Lucena (PMDB).
Prefeito e governador ainda não se pronunciaram sobre a decisão.
Com informações do jornal O Globo.
http://www.tribunadoceara.com.br/noticias/ceara/mp-eleitoral-questiona-eleicoes-fortaleza-pede-cassacao-roberto-claudio/

Fonte: Tribuna do Ceará (Jangadeiro)
share

0 comentários

Comente Agora

Varjota em Rede - 2013