MERUOCA - PREFEITO CASSADO TERÁ QUE PAGAR R$ 1,3 MI POR GASTOS COM NOVA ELEIÇÃO.

Foto: Divulgacand CE
João Coutinho (PT) foi enquadrado na lei da ficha limpa e não pôde assumir o cargo de prefeito, gerando assim, um novo pleito.

A Justiça Eleitoral, em parceria com a Advocacia-Geral da União (AGU), entrará com uma ação contra o prefeito eleito em Meruoca, João Coutinho Aguiar Neto (PT), cuja má conduta levou à realização de uma nova eleição no município.
O petista foi eleito em 2012 com 58,9% dos votos, mas foi enquadrado na Lei da Ficha Limpa e não pôde assumir o cargo.
Uma eleição é convocada sempre que o candidato eleito, com mais de 50% dos votos, tem o registro negado ou quando é cassado do cargo por alguma irregularidade. Desde o ano passado, a Justiça passou a entender que esses políticos são responsáveis pelos prejuízos causados pela organização de um novo pleito, por isso devem arcar com os gastos da nova eleição.
Ao todo a Justiça Eleitoral irá cobrar o ressarcimento de R$ 1,3 milhão, de 34 prefeitos cassados no país. Desse total, Meruoca e mais cinco cidades ainda irão realizar um novo pleito.
Com data já definida, os eleitores de Meruoca voltam às urnas para escolher um novo prefeito, no próximo domingo (5).

Fonte: Ceará agora.
share

0 comentários

Comente Agora

Varjota em Rede - 2013