Internauta flagra homem matando cão com pauladas no interior do CE

Internauta seguiu homem embriagado que arrastava cão com corda.
Ele levou o animal até um matagal e o agrediu até matá-lo.

Um homem de Ipueiras, no interior do Ceará, agrediu e matou com pauladas um cachorro na tarde de sábado (18). O crime foi filmado pelo estudante Dirceu Marques Pontes. “Vi o homem maltratando o pobre cachorrinho. Ele estava embriagado e arrastava o animalzinho com uma corda. Ele latia muito, chorava, era de dar dó”, afirma Dirceu, que enviou o vídeo ao VC no G1.
Segundo Dirceu, o crime ocorreu em um matagal no distrito Matriz, de Ipueiras. Ele conta que estava com amigos quando viram o homem arrastar o animal e suspeitaram de que ele iria matar o cachorro. “Nós vimos que ele maltratava o cachorro, e achei que ele fosse matar, aí segui ele, fiquei escondido, cheguei o mais perto que pude, mas fiquei em segurança, não queria que ele me visse porque fiquei com medo. Ele foi atrás de um mato, pegou um pau e deu várias pauladas no cachorrinho”, lembra. O vídeo mostra o momento da agressão.
O autor do vídeo diz ainda que conversou com várias pessoas da comunidade para tentar identificar o homem que aparece matando o animal, mas os moradores evitaram delatá-lo. “Perguntei para várias pessoas se alguém conhecia ele, se ele tinha costume de fazer isso [agredir animais], mas ninguém falava nada.”
O caso não foi denunciado à polícia de Ipueiras porque Dirceu teve medo de sofrer represália. “É uma cidade pequena, talvez ele pudesse me identificar, e preferi não ir até a delegacia”, conta. Atualmente em Fortaleza, ele decidiu denunciar o caso por meio da imprensa.  “As pessoas têm que saber o que ele fez, e ele deve pagar”, justifica.
Nota da Redação: o presidente da Associação de Proteção aos Animais do Ceará(SPA), Márcio Sousa, diz que o caso pode ser denunciado em Fortaleza por meio do Ministério Público. “Por falta de estrutura, não temos como ir a Ipueiras fazer o boletim de ocorrência, mas vamos acompanhar o caso e denunciar ao promotor de Meio Ambiente”, diz Márcio.
Sousa diz também que a maioria dos casos de tortura de animais é subnotificada. “A maior parte dos casos não é denunciada, as pessoas não querem denunciar um vizinho e acham que isso é um crime menor. Outras chegam a fazer um boletim de ocorrência, mas depois esquecem e deixem para lá. É importante que as pessoas denunciem esse tipo de crime”, defende o presidente da SPA.
Maus-tratos a animais são crime ambiental. Em caso de condenação, o acusado responde um termo circunstanciado de ocorrência e pode pegar pena que varia de três meses a um ano mais pagamento de multa cujo valor é determinado pela Justiça. A pena também pode ser prestação de serviços sociais.
share

0 comentários

Comente Agora

Varjota em Rede - 2013