No início da manhã de quarta-feira, 02 de maio, a Polícia Militar foi informada de um homicídio na Rua da Graça, no Bairro Tancredo Neves. Chegando ao local os policiais confirmaram a informação e fez a preservação do local. A Polícia Civil foi acionada e esteve no local representada pela delegada plantonista Drª Rina Andrade e o investigador Emilio Roque, que efetuaram o levantamento cadavérico.
A vítima trata-se de Cecília Oliveira Evangelista, 24 anos, moradora da mesma rua onde ocorreu o crime.
Leia Mais
aqui

 Cecilia foi encontrada em decúbito ventral, totalmente nua, com um cano de PVC de mais ou menos 30 centímetros enfiado em seu ânus. Ela estava na área de uma residência, sem número, possivelmente um bar desativado.

Os peritos do Departamento de Polícia Técnica Dr. Marco Antonio e Alexson Magalhães foram os responsáveis pela pericia de ação violenta (homicídio). Próximo a vítima foi encontrado um cachimbo de fabricação artesanal, comumente usado por usuários de crack. Segundo o perito criminal Marco Antonio, a vítima morreu de asfixia por esganadura com características de tortura.

“O local estava com muitas fezes da vítima e não foi possível determinar se houve também violência sexual (estupro). Somente na mesa de necropsia com o corpo lavado será possível concluir sobre o tipo de violência sexual sofrida pela vítima", disse o perito.
A delegada Rina Andrade instaurou inquérito policial para investigar autoria e motivação do crime.









Fonte: UNIVERSO DA MORTE
share

0 comentários

Comente Agora

Varjota em Rede - 2013