GAROTA DE PROGRAMA É AGREDIDA E SE FINGE DE MORTA NA PARAÍBA, DIZ POLÍCIA


A Polícia Militar registrou por volta das 12h desta segunda-feira (7), mais um caso de violência sexual na Paraíba. Uma mulher de 21 anos, acionou a polícia após ser agredida e sofrer tentativa de estupro e de homicídio no bairro do Altiplano, em João Pessoa. Segundo o sargento Weverton Gonçalves, lotado no 5º Batalhão, a vítima disse que trabalhava como garota de programa e que o agressor se apresentou como cliente, mas após encontrá-la na rua, a levou de carro para uma região deserta.

Conforme o sargento Weverton, a vítima conseguiu se desvencilhar do agressor depois de se fingir de morta, sair do carro e acionar a polícia. “A garota explicou que o suspeito, de repente, começou a agir de forma estranha após levá-la para uma área pouco movimentada. Ele tentou violentá-la sexualmente, mas diante da resistência, agrediu a vítima, inclusive tentando matá-la”, disse.

A polícia encontrou moça quase nua, com escoriações pelo corpo devido à luta com o agressor e marcas de enforcamento no pescoço, segundo o sargento. Ela teve também uma parte do cabelo arrancada.

Segundo informações passadas pela vítima à polícia, o agressor estava em um carro preto e a teria abordado no bairro do Cabo Branco, na orla de João Pessoa, um dos bairros mais nobres da cidade.
Fonte:G1 PB
share

0 comentários

Comente Agora

Varjota em Rede - 2013